Sobre Vitória

Cidade de Vitória

Vitória é a capital do estado do Espírito Santo, e uma das três ilhas-capitais do Brasil (as outras são Florianópolis e São Luís).

Com uma população de 330.526 habitantes, segundo estimativas de 2011 do IBGE, a cidade é a quarta mais populosa do estado (atrás dos municípios limítrofes de sua região metropolitana: Vila Velha, Serra e Cariacica) e integra uma área geográfica de grande nível de urbanização denominada Região Metropolitana da Grande Vitória, compreendida pelos municípios de Vitória, Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana e Vila Velha.

Vitória é cercada pela Baía de Vitória, é uma ilha de tipo fluviomarinho. Além da ilha principal, Vitória, fazem parte do município outras 34 ilhas e uma porção continental, perfazendo um total de 93,381 km². Originalmente eram 50 ilhas, muitas das quais foram agregadas por meio de aterro à ilha maior.

Entre as capitais do Brasil, Vitória possui o 3° melhor IDH e o maior PIB per capita.
Vitória possui dois grandes portos, o Porto de Vitória e o Porto de Tubarão. Esses portos fazem parte do maior complexo portuário do Brasil, que inclui vários portos do estado, e são considerados os melhores (em qualidade) do Brasil.

A cidade administra a Ilha de Trindade e a Ilha de Martim Vaz, a 1100 km da costa, que são importantes bases meteorológicas por causa de sua posição estratégica, em área de dispersão de massas de ar.

História

Vitória surgiu devido aos constantes ataques indígenas, franceses e holandeses a Vila Velha, que era a capital da capitania do Espírito Santo. Os portugueses decidiram então mudar a capital e escolheram uma ilha próxima ao continente, chamada pelos índios de Ilha de Guanaani. A Vila Nova do Espírito Santo, como era denominada, foi fundada em 8 de setembro de 1551 e posteriormente denominada Vitória, em memória da vitória em uma grande batalha comandada pelo donatário da capitania, Vasco Fernandes Coutinho, contra os Goitacases.

Até o século passado, os limites da capital capixaba eram o atual Forte de São João, onde atualmente está localizado o Clube de Regatas Saldanha da Gama, próximo ao centro da cidade, e também o morro onde funciona o atual hospital da Santa Casa de Misericórdia, no bairro Vila Rubim. A cidade foi sendo construída nas partes altas, o que deu origem a diversas ruas estreitas. A parte de baixo foi sujeita a ataques e devido a isso foram construídos vários fortes na beira do mar.

Em 24 de fevereiro de 1823 (17 de março de 1829 ?) a vila de Vitória foi elevada a cidade, mas seu isolamento insular evitava seu desenvolvimento. A partir do ano de 1894, com o ciclo do café, iniciaram-se na ilha diversos aterros nas partes baixas da cidade, alterando a forma da ilha e modernizando-a. Foram construídas após disso diversos bairros, escadarias e foram derrubados casarões. Além disso foi melhorado o saneamento.

Em 1941 surgiu o primeiro cais na capital e em 1927 a ponte que ligou a ilha ao continente. O porto se desenvolveu. Em 1949 foram feitos mais aterros e foram construídas amplas avenidas. Depois dessas várias mudanças a cidade tornou-se o maior centro do Espírito Santo. Em 1970 o Porto de Vitória se tornou um dos mais importantes do país, e a capital começou a se industrializar. A modernização da ilha gerou o desaparecimento de quase todos os vestígios da Colônia e do Império na ilha.

Economia

A economia de Vitória é voltada para as atividades portuárias, ao comércio ativo, a indústria, a prestação de serviços e também ao turismo de negócios. A capital capixaba conta com dois portos que são dos mais importantes do país: o Porto de Vitória e o Porto de Tubarão. As indústrias mais importantes da capital são a ArcelorMittal Tubarão (antiga CST) e Vale (antiga CVRD/Companhia Vale do Rio Doce). Esses portos, junto com vários outros do estado, formam o maior complexo portuário do Brasil.

Segurança

A prefeitura de Vitória criou, no ano de 2003, a Guarda Civil Municipal de Vitória, através da Lei Municipal n° 6.033/2003.

A Gerência de Proteção Comunitária é responsável, dentro da estrutura da GCMV, com os Agentes Comunitários de Segurança, pelo patrulhamento municipal, atuando nas principais orlas (praias), parques e praças da cidade, além de estarem sempre presente nas escolas e creches municipais, com o intuito de dirimir conflitos, assim como nos pontos turísticos tradicionais e eventos culturais, mantendo a ordem e encaminhando à autoridade policial, os casos em flagrante delito.

No mês de abril do ano de 2008, foi a primeira Guarda Municipal que teve aprovado, junto à Polícia Federal, o emprego de armamento segundo o que diz a Lei nº 10.826 de 2003 (estatuto do desarmamento), sendo a primeira Guarda (GM) do país a atuar legalmente armada, sem recorrer ao Poder Judiciário (mandado de segurança ou habeas corpos preventivo).

Os Guardas de Vitória estão aptos a orientarem a população e seus visitantes inclusive com informações turísticas.

Atualmente o efetivo é de 200 Agentes Comunitários de Segurança (ACS - farda AZUL) realizando ronda permanente no território municipal, em viaturas, motocicletas, bicicletas, quadricíclos e no patrulhamento ostensivo a pé. A previsão é de ampliar para 500 ACS.

Religião

O Catolicismo é a religião mais professada na cidade de Vitória, assim como em todo o Espírito Santo, embora seja grande o nominalismo religioso entre os católicos do estado. Nossa Senhora da Penha é considerada pelos católicos a padroeira do Espírito Santo.
Entre os evangélicos, a maior denominação de Vitória é a Assembléia de Deus em suas várias ramificações, seguida da Igreja Cristã Maranata, fundada no estado há 43 anos e da multifacetada Igreja Batista. Há ainda uma forte presença da Igreja do Evangelho Quadrangular nos bairros de periferia. Entre os protestantes destaca-se a Igreja Presbiteriana do Brasil, que desenvolve relevante projeto social através do Instituto Sarça e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, com o renomado Colégio Martim Lutero.

O número de adeptos do chamado cristianismo de fronteira (Restauracionismo), ou seja, com ensinos bem diferentes das demais vertentes cristãs cresce rapidamente com as Testemunhas de Jeová e Santos dos Últimos Dias, conhecidos como Mórmons, além da grande representatividade já estabelecida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, que possui o não menos conhecido educandário Colégio Adventista e a emissora de rádio Novo Tempo.

Existe uma pequena comunidade grega na cidade, pertencentes à Igreja Ortodoxa Grega.

Tem-se ainda uma considerável parcela de espíritas e não-religiosos. Conta também com seguidores do budismo, islamismo, rosacruz, seicho-no-iê, fé baha'í, união do vegetal (santo daime), umbandismo, candombleísmo, entre outras.

Para homenagear a comunidade de moradores desta maravilhosa cidade, o Encontra Espírito Santo criou o Encontra Vitória.

Blog do Guia da Cidade de Vitória

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba notícias de Vitória por e-mail
 

Limites - Cidades Vizinhas

Cariacica, Serra e Vila Velha

Dados Principais sobre Vitória

Aniversário: 8 de setembro
Fundação : 1551
Gentílico: Vitoriense
Area: 93,381 Km²
População 330 526 hab. (2011)
IDH 0,856 - elevado
Prefeitura Vitória

Brasão de Vitória
Brasão de Vitória

Bandeira de Vitória
Bandeira de Vitória

Vídeo sobre a cidade de Vitória
Veja mais vídeos sobre a Cidade de Vitória

Mapa de Vitória

 

Moradores ilustres de Vitória

 

   

  Sobre o EncontraVitória
Anuncie no EncontraVitória
Cadastre sua empresa no EncontraVitória (grátis)
Fale com EncontraVitória


Termos do Serviço | Política de Privacidade